27
maio

Europa pretende restringir propaganda de carros

Projeto da UE propõe que comerciais, anúncios e outdoors de carros passem a trazer informações sobre consumo de combustível e emissão de CO2

 

A União Européia propõe uma série de imposições aos comerciais de veículos, com o objetivo de estimular a produção de modelos mais econômicos. Montadoras alemãs e conglomerados de mídia alertam que o impacto financeiro pode ser devastador. A idéia é exigir que os anúncios em revistas e jornais, outdoors e comerciais de TV informem o consumo de gasolina e o volume de emissões de CO2 por quilômetro rodado, no caso de veículos de grande porte. Referências à rapidez ou ao “prazer de dirigir” serão desaprovadas.

 

De acordo com um documento da UE, o plano tem por fim “reformular a sociedade” e “mudar os hábitos de consumo e produção”. A Comissão planeja anunciar suas novas propostas no final do mês e, em 5 de junho, discuti-las com políticos e representantes do setor automotivo.

 

 

As montadoras italianas e francesas que trabalham com carros de pequeno porte devem receber o projeto de braços abertos. Por outro lado, as montadoras alemãs – e o setor de propaganda que depende delas – devem batalhar contra. Executivos do setor editorial, como Bernd Kundrun, presidente da Gruner+Jahr, temem “conseqüências dramáticas” para a mídia impressa se a propaganda automotiva for eliminada. Num mercado publicitário já fraco, os comerciais de carros representam cerca de 20% das receitas publicitárias de muitas revistas.

 

Fonte: Meio&Mensagem

por: Marketing Viewer
Tags: ,

Comente






Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

51 9246.0751 | vm@veramuller.com.br
© MARKETING VIEWER 2017