19
mar

Negócio beta.

Você certamente já acessou o Google, e temporariamente a palavra beta aparecia após a marca. O Google estava testando algum serviço antes de lançar ao mercado através da perspectiva de sua usabilidade. O slogan informal do Google é always beta, ou seja, sempre em teste.  

Negócio Beta é a participação do consumidor na construção do produto e ou serviço. Faz parte da plataforma da interatividade. A estratégia consiste em colocar o produto e ou serviço em teste junto ao consumidor, fazer os ajustes e depois colocar em produção, adotando um processo circular envolvendo o mercado e, com isso, trabalhando com antecipação as suas reações. Além disso, o processo em si pode ser uma ótima fonte de pesquisa do consumidor para empresa.

O negócio beta abre para a inovação aberta, no qual o consumidor tem o papel ativo é o co- criador do produto e serviço. A reflexão sobre inovação aberta deve ser analisada sobre a perspectiva do resultado, comprometimento, agilidade e principalmente pela  desvalorização do ego.

A inovação aberta tem dois pontos de vista. Um sobre a competência da empresa e outro sobre o desempenho mercadológico, o qual  está inovando e testando em tempo real esta inovação. Muitas vezes não existe apenas um criador, mas uma inteligência coletiva trabalhando em prol do melhor produto e serviço. Não há espaço para o “ego do criador”, ele deixa de ser o protagonista.

A inovação não fica encubada na empresa para depois ser lançada no mercado, o que pode resultar em lentidão, alto custo e não aceitabilidade pelo consumidor.

O modelo padrão deve ser oxigenado pela cultura do negócio beta. Ter a ousadia em testar novos modelos de negócio.

A rotina do trabalho cega os colaboradores através do cansaço e stress diário, em um processo:  “Não dou conta do que faço, então por que pensar em novos modelos de negócio”?.

Como está a geração de ideias na sua empresa? Qual a capacidade em gerar novos negócios? Você está pensando algo diferente? Quanto do portfólio dos produtos, serviços, estratégias de distribuição são inovadoras?

O consumidor atual ou potencial, esta disposto a contribuir na concepção do produto e serviço. O ambiente virtual facilita a conexão entre empresa e consumidor, sem limite geográfico.

A estratégica colaborativa é uma tendência, o modelo linear, onde desenvolvo o produto e depois vou verificar sua aceitação e desempenho de vendas, pode ter um alto custo e alguns “reforços na coleção”.

Comece a testar 5% dos seus produtos e serviço. Corra o risco da inovação!

Bem – vindo ao negócio beta!

 

por: Marketing Viewer
Tags:
Categoria: Business, Comportamento

Comente






Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

51 9246.0751 | vm@veramuller.com.br
© MARKETING VIEWER 2017