07
ago

O perfil do consumidor em tempos de transformações.

Nestes últimos anos tenho observado mudanças que impactaram o processo de compra em relação ao mix de marketing: preço, produto, praça e promoção, tendo como epicentro: o consumidor  2.0, a mulher assumindo um papel importante na economia, o homem assumindo papéis no lar, enfim um novo perfil do consumidor.

 

A web 2.0 transformou a relação entre os consumidores e  empresas, a dimensão da web é imensurável sem fronteiras em uma velocidade de disseminação de idéia e produtos a um preço “free”, ou quase free– precisa de um computador e internet.

Nela os consumidores tem o poder e a força de falar bem ou não de um produto e ou serviço, através das redes sociais  e blogs… , os consumidores muitas vezes são os responsáveis pela publicidade de produtos e serviços.

Surgi então um novo mantra do mundo dos negócios que evoca um novo tipo de consumidor, que reflete diretamente no mix de marketing.

Com  as diversas transformações por parte do consumidor como indivíduo, as empresas como uma organização coletiva, têm dificuldades para acompanhar  este novo estilo de vida e antecipar os seus desejos e necessidades. Pois munir estas empresas de conhecimento e não estamos falando de informação, e transformar este conhecimento em estratégia e transformar esta estratégia em tática em uma velocidade ímpar,para que esta estratégia ainda seja demandada pelo mercado.

Existe um gap  entre a oferta e a demanda , esta lei de mercado conhecida por todos nós, onde a busca do equilíbrio desta equação torna-se um desafio para as empresas.

O consumidor literalmente tem o mundo digital a sua disposição, tem acesso as informações on-line, por exemplo, no mundo da moda, simultaneamente em que ocorre um desfile em Paris , ele já sabe quais são as tendência da estação atual e da próxima, não precisa esperar chegar nas bancas através das revistas e com filtro do editor de moda.

O volume de informações disponível ao consumidor é ilimitado, de diversas origens, com praticidade , sem filtro, pois a internet é uma democratização de conteúdos e autores com o preço free.

Nunca houve tanta oferta de mercado e estímulo ao consumo , o que gera  um consumo desenfreado em todos os segmentos, mas na tecnologia a desatualização por parte do consumidor é frustrante, pois este acaba de comprar uma tecnologia  que já é obsoleta.

É um mundo sem volta, muitas são oportunidades para experientes e inexperientes em qualquer segmento, veja o caso da música, hoje uma banda não precisa de uma gravadora para mostrar a sua música ao consumidor, basta gravar e colocar no You Tube, e o consumidor não compra a música, mas “baixa a música”, transformações no processo de compra.

A forma do consumidor adquirir produtos e serviços também  mudou, não sei se você notou que não estou falando em comprar, mas sim em adquirir, pois em alguns casos ele não precisa mais comprar, ele adquiri, é o caso da música, da informação, filmes, livros…, então a vida ficou mais fácil, mais “barata”. Ao contrário ficou mais cara. Mas como se o consumidor tem serviços free pela internet?

Ele “precisa” de banda larga, TV fechada, celular com todos os aplicativos de última geração, telefone fixo, note de última tecnologia…para pertencer a este mundo.

Mundo lembra globalização, que também  passa por grandes transformações, vamos ver sobre a lente do consumidor: hoje ele pode comprar com facilidade por preços competitivos de qualquer lugar do mundo sem sair de casa e receber o produto e serviço em casa, através dos inúmeros sites  que ofertam este tipo de negócio.

Globalização sobre a ótica da empresa, exemplificando sobre o assunto acima- Como eu vou mapear os concorrentes de uma empresa? Em um varejo físico, situado em determinado ponto, há pouco tempo atrás mapeava os concorrentes por acessibilidade do consumidor, por uma raio de distância e seu deslocamento e hoje devemos lembrar que a internet não tem distância.

As transformações estão para serem refletidas, como podemos inserir as empresas neste cenário e em nossa profissão.   

 

 

por: Marketing Viewer
Tags:
Categoria: Consumidor

3 Comentários para “O perfil do consumidor em tempos de transformações.”

  1. Rosalvo Filho disse:

    OLÁ VERA, MUITO BOM O ARTIGO, REALMENTE ESTAMOS EM TEMPOS DE TRANSFORMAÇÃO EM MUITOS SENTIDOS.

    MUITO BOM SEU BLOG, E O CONTEÚDO DELE.

  2. Alexandre Attilio disse:

    Vera, muito boa a forma como você chama a atenção para as mudanças dos hábitos dos consumidores. Infelizmente muitas empresas caminham na contra-mão do mercado, forçando situações onde, como você mesma ressaltou, a oferta destoa demais da demanda, seja em quantidade ou até mesmo, na real importância de determinado produto para o mercado.
    E nesse último caso, os profissionais de marketing tem participação decisiva.

  3. Deisi Remus disse:

    Oi Vera, aqui é a Deisi que trabalha com o Ary, tudo bem!
    Amei o blog!!!

    Bjkas

Comente






Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

51 9246.0751 | vm@veramuller.com.br
© MARKETING VIEWER 2017