Vídeo institucional

Artigos com a Tag: Consumidor

01
mar

Branding & Marketing: Por que as empresas devem mudar?

A resposta parece simples e óbvia: Porque o consumidor muda, ele é o catalisador da transformação. A mudança pode ocorrer em um mercado composto pela diversidade de gerações, com comportamentos distintos. Cada geração sinaliza a importância da segmentação, para que possamos entender e atender o público-alvo almejado pela empresa. Como os Millennials (geração dos nascidos entre 1982 e 2000), com uma representatividade  de 2 bilhões de pessoas no mundo, no Brasil já representam 31% da população. Percebe-se os Millennials desafiando os negócios tradicionais, impactando em rupturas dos modelos tradicionais de negócios, que algumas empresas e gerações cartesianas não compreendem. Mas que irão
por: Marketing Viewer
21
fev

A filosofia do sistema colaborativo.

Há uma transformação de conceitos com reflexos comportamentais, o que faz parte da evolução humana, característica intrínseca dos humanos e do meio-ambiente em que estamos inseridos. A mudança, a transformação, desafia a gestão das empresas e a própria vida. Como a  filosofia do sistema colaborativo, uma tendência presente na pauta de empresas, cidades, universidades, entre outras organizações que tem interesse em acompanhar  as mudanças de uma sociedade. Dentre esta filosofia, criam-se alguns conceitos como: consumo colaborativo, economia colaborativa, conhecimento colaborativo…. O consumo colaborativo oferece uma nova economia com atitudes sustentáveis, com práticas de consumo de bens e serviços, sem que haja a necessidade
por: Marketing Viewer
30
jun

A concorrência é entre as marcas.

A discussão parte do ponto: A concorrência é entre os produtos e ou entre as marcas? A segunda opção é mais coerente para um mercado competitivo sem limitações geográficas. Claro que uma marca sem produtos inovadores e de qualidade não se mantém no mercado. Mas as marcas são “a representação do conceito da empresa”, sua identidade. Nesta dimensão o intangível tem relevância, e os pontos de contato da marca devem ser estrategicamente desenvolvidos e implementados. O consumidor deve perceber claramente a proposta da marca, pela comunicação, atendimento, serviços e produtos. Deve haver um fio condutor com a mesma linguagem. Um desafio para o
por: Marketing Viewer
10
mar

Magnum faz vitrine especial para lançar quiosque de Magnum Dolce&Gabbana no JK Iguatemi

A edição especial do sorvete premium da Kibon ganha ponto de venda exclusivo e vitrines inspiradas na parceria da marca com os ícones da moda São Paulo, março de 2015 – A partir deste mês, a marca Magnum abre um quiosque para venda do seu lançamento Magnum Dolce&Gabbana no shopping JK Iguatemi.  E para inspirar os consumidores a conhecerem a novidade, apresentam uma vitrine super especial. Na parte externa do shopping, voltado para a Rua Funchal, foi construída uma cenografia exclusiva utilizando os mesmos elementos escolhidos para ilustrar a embalagem do produto. A vitrine é decorada com cactos e um pitoresco carreto, típicos da
por: Marketing Viewer
02
mar

Não é só de crise que se vive, tem estratégias fora da caixa

O atual e recorrente tema de pauta em rodas de amigos, reuniões familiares e reuniões de empresas é a crise econômica e política. Tenho plena consciência de como as variáveis incontroláveis do macro ambiente afetam os negócios. Mas não posso concordar que a crise política e econômica seja uma desculpa para  não encontrarmos alternativas, buscarmos soluções ou encobrir a incompetência de profissionais e empresas. Não podemos nos deixar contagiar por esta “depressão coletiva”, com fatores negativos, mas devemos analisar o cenário de forma realista e agirmos de forma competente. Com certeza iremos trabalhar mais e estudar melhor estratégias e serão essas atitudes que
por: Marketing Viewer

Categoria: Business, Consumidor

17
nov

Eu vejo a vida melhor no futuro…

Inspirada na música Tempos Modernos de Lulu Santos faço uma reflexão com o  mote: Eu vejo a vida melhor no futuro…. Até porque, tempos modernos tem tudo a ver com o atual momento. Novos modelos de negócios, consumidores com novos hábitos de consumo, novos produtos. Enfim, um mercado em transformação. Com expectativas para um novo ano: Acredito que 2015, será o ano de gente competente, que sabe o que faz e que está preparado para os velhos e novos desafios. Um ano de oportunidades! Para um mercado de oportunidades precisamos de profissionais com  habilidades para dizer mais sim do que não, não,
por: Marketing Viewer
10
abr

Consumidores mutantes versus ofertas ilimitadas!

Consumidores mutantes versus ofertas ilimitadas!   Em um mercado composto por consumidores mutantes, sem fronteiras, com ofertas de produtos nacionais e internacionais acessíveis à compra, tornar uma marca atrativa ao consumidor é um desafio. Até dois anos atrás não tínhamos o volume de vendas online no segmento de calçados como nos dias atuais, mesmo representando uma participação pequena, em relação ao share total das vendas neste segmento. Pode-se verificar que é uma tendência de compra. Segundo o relatório (2013) webshoppers do e-bit, a categoria moda e acessórios está em primeiro lugar em volume de vendas on-line, ultrapassando a categoria de eletrodomésticos. No incremento de
por: Marketing Viewer
28
nov

Após repercussão do aplicativo Lulu, empresa lança versão reversa de app

Nesta semana, o aplicativo Lulu, recém-lançado no Brasil, deu o que falar. O app para Android e iOS cuja função é criar um catálogo de ex-namorados com notas para os mesmos, está ganhando seu oposto: o Tubby. Nele, homens poderão fazer o mesmo que as mulheres no Lulu: classificar e dar notas para ex-namoradas e afins. Polêmicas à parte, tais aplicativos representam o quanto a privacidade e a individualidade podem ser comprometidas à revelia do usuário na rede, o que nos deve fazer repensar a forma como nos relacionamos online.   http://olhardigital.uol.com.br/noticia/39055/39055
por: Marketing Viewer

Categoria: Campanha, Comportamento

21
nov

Pensar estrategicamente o diferente. Para fazer a diferença no mercado.

Hoje sugiro uma reflexão sobre a seguinte questão: O que foi feito de diferente em seu modelo de negócio com resultados positivos em 2013? Estes resultados podem ser qualitativo e quantitativo, ou seja, resultados que afetaram positivamente o  conceito do seu  negócio e que incrementaram  suas vendas e lucratividade. Pensar o diferente de forma estratégica, analisando os seus efeitos em alguns pilares importantes do modelo de negócio. Sugiro um exercício: descreva as ações diferenciadas em quatro pilares: Pilar 1 : Estratégia autoral: Sua empresa desenvolveu alguma estratégica distinta dos seus concorrentes em 2013? Descreva estas estratégias e desenvolva indicadores para avaliá-la. Pilar 2: Vendedores: 
por: Marketing Viewer
07
nov

L’Oreal cria novo formato de ponto-de-venda no metrô de Nova Iorque

A empresa de cosméticos L’Oreal está experimentando um novo método de venda de cosméticos no metrô da Big Apple. Com mais de 4 metros de largura, ele consiste em um quiosque com máquinas de vendas de seus produtos, acompanhado de espelhos, telas touch, câmeras e um sistema que é capaz de sugerir combinações com os produtos da marca. A ação é da R/GA Lab do grupo Interpublic. http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2013/11/05/LOreal-testa-projeto-no-metro-de-Nova-York.html
por: Marketing Viewer
51 9246.0751 | vm@veramuller.com.br
© MARKETING VIEWER 2017